Quarta, 02 de Dezembro de 2020
(61) 99300-9675
Anúncio
Esportes SELEÇÃO BRASILEIRA

Seguro, Brasil vence Uruguai e mantém 100% nas Eliminatórias

Com solidez defensiva e gols de Arthur e Richarlison, Seleção Brasileira contém ímpeto uruguaio e sai de campo com uma vitória por 2 a 0 nesta terça-feira

17/11/2020 22h59 Atualizada há 2 semanas
68
Por: Redação Fonte: LANCE!
Richarlison comemora seu gol contra o Uruguai (Foto: AFP)
Richarlison comemora seu gol contra o Uruguai (Foto: AFP)

Vinícius Faustini / Montevidéu (URU)

A Seleção Brasileira fechou o seu ciclo de jogos de 2020 das Eliminatórias de Copa do Mundo de forma eficaz. Com gols de Arthur e Richarlison, os comandados de Tite derrotaram o Uruguai por 2 a 0 em pleno Estádio Centenário e asseguraram três pontos importantes em seu adversário mais desafiador deste início de competição. Com o resultado desta terça-feira, o Brasil foi a 12 pontos e terminou o seu ciclo de jogos pela competição no ano de 2020 com 100% de aproveitamento, enquanto a Celeste segue com seis pontos.  

A equipe canarinha só volta a campo em março de 2021, quando mede forças como visitante contra a Colômbia. Os uruguaios encaram a Argentina, também fora de casa.

MUITOS OBSTÁCULOS

Os primeiros minutos foram bem movimentados no Estádio Centenário. Logo aos dois minutos, Thiago Silva lançou Gabriel Jesus, o atacante abriu espaço pela direita e exigiu Campaña em um chute cruzado.

O Uruguai respondeu logo em seguida. Com um drible, Nuñez deixou Danilo no chão e, em seguida, encheu o pé. A bola explodiu no travessão. A Celeste aumentou sua pressão, depositando suas fichas em De La Cruz e Nández. Entretanto, à exceção de uma cabeçada de Cavani rente à trave, a zaga brasileira continha o ímpeto adversário.

DEMOROU... MAS ENGRENOU!

A dedicação que tinha defensivamente demorou a ser refletida no setor ofensivo. Everton Ribeiro criava jogadas, mas a linha de frente formada por Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Richarlison esbarrava na marcação uruguaia. O ímpeto brasileiro começou a se sobressair na reta final.

Everton Ribeiro se desvencilhou da marcação e cruzou. Gabriel Jesus, em meio aos zagueiros, serviu Arthur, que deu um chute colocado. A bola desviou em um defensor e traiu Campaña, aos 33.  Com embalo renovado, a Seleção quase ampliou no lance seguinte. Arthur abriu um passe para Firmino. O camisa 20 arrancou e bateu rasteiro, mas o goleiro encaixou. 

Dominando as ações, a equipe de Tite marcou o segundo aos 45. Após jogada ensaiada em cobrança de escanteio curto, Renan Lodi alçou para a área. Richarlison surgiu entre os zagueiros e cabeceou no canto de Campaña. Os uruguaios ensaiaram uma reação em falta cobrada por De La Cruz, mas Godín cabeceou uma bola no travessão.

SOLIDEZ EM CAMPO

Na volta do intervalo, a Seleção continuou a fazer variações táticas e a se lançar ao ataque. No primeiro minuto, Gabriel Jesus se livrou da marcação, mas finalizou para as nuvens. Coube a Everton Ribeiro levar a equipe à frente, mas Roberto Firmino e Richarlison esbarravam na marcação.

Campaña foi exigido em falta cobrada por Everton Ribeiro e para salvar cruzamento de Renan Lodi. Já defensivamente, os comandados de Tite controlavam a partida.

VAR EM AÇÃO E URUGUAI PENANDO OFENSIVAMENTE

O Uruguai tentou se lançar de vez ao ataque na etapa final. Entretanto, a equipe se mostrava atabalhoada ao tentar furar o bloqueio brasileiro. Além disto, errava com frequência os lançamentos.

O panorama piorou de vez aos 26 minutos. Cavani cometeu falta em Richarlison e, inicialmente, recebeu cartão amarelo. Após ouvir o alerta do VAR, o árbitro Roberto Tobar foi à cabine de vídeo, revisou o lance e expulsou o atacante.

Minutos depois, os uruguaios ensaiaram uma reação em uma jogada que começou em uma cobrança de escanteio. Em meio ao bate e rebate, Nuñez chutou para o fundo da rede. Porém, a jogada foi invalidada por impedimento.

Os uruguaios partiram de vez para o "abafa" na reta final, mas novamente não foram efetivos diante de um Brasil que cadenciou o jogo. Com atuação segura, a Seleção segurou as pontas mesmo sem astros, soube convencer diante de um adversário difícil e fechou o ano de 2020 tranquilo nas Eliminatórias.

URUGUAI 0 x 2 BRASIL

Data-Hora: 17-11-20 - 20h

Estádio: Centenário, em Montevidéu (URU)

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Assistentes: Christian Schiemann (CHI) e Claudio Rios (CHI)

VAR: Cristian Garay (CHI)

Cartões amarelos: Giménez, Nández (URU), Douglas Luiz, Richarlison (BRA)

Cartão vermelho: Cavani (URU)

Gols: Arthur, 33,1/T (0-1) e Richarlison, 45/1T (0-2)

URUGUAI: Martín Campaña; Martin Cáceres, José Maria Giménez, Diego Godín e Agustín Oliveros; Rodrigo Betancur (Brian Rodríguez, 14/2T), Lucas Torreira (Arambarri, 14/2T), De La Cruz (Jonathan Rodríguez, 25/2T) e Nahitan Nandez; Darwin Nuñez e Edinson Cavani. Técnico: Óscar Tabárez

BRASIL: Ederson, Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Douglas Luiz (Lucas Paquetá, 46/2T), Arthur e Everton Ribeiro (Bruno Guimarães, 46/2T); Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Richarlison (Everton Cebolinha, 25/2T). Técnico: Tite

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Brasília - DF
Atualizado às 06h28 - Fonte: Climatempo
19°
Alguma nebulosidade

Mín. 19° Máx. 31°

19° Sensação
4 km/h Vento
83% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (03/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 31°

Sol com algumas nuvens
Sexta (04/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias