Quarta, 19 de Junho de 2024
(61) 99300-9675
Dólar comercial R$ 5,48 0.699%
Euro R$ 5,89 +0.763%
Peso Argentino R$ 0,01 +0.806%
Bitcoin R$ 377.589,47 +0.103%
Bovespa 119.755,15 pontos +0.1%
Economia PRODUÇÃO

Valor Bruto da Produção Agropecuária de 2023 é estimado em R$ 1,216 trilhão

Valor Bruto da Produção Agropecuária de 2023 é estimado em R$ 1,216 trilhão

16/05/2023 04h32
Por: Redação Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO
Foto: Cristino Martins / AG. Pará
Foto: Cristino Martins / AG. Pará

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) de 2023, com base nas informações de safras de abril, é estimado em R$ 1,216 trilhão, 4,7% superior em relação ao valor de 2022, que foi de R$ 1,161 trilhão. As informações são do Ministério da Agricultura.

Conforme comunicado do ministério, as lavouras têm previsão de faturamento de R$ 868,96 bilhões, que é o maior VBP desde 1989. O crescimento real do VBP das lavouras é de 8% em comparação com 2022. A previsão para a pecuária é de faturamento de R$ 347,9 bilhões, com retração de 2,6% em relação ao ano passado.

Segundo o governo, um conjunto de produtos formado por cana-de-açúcar, feijão, laranja, milho, soja e tomate, apresenta neste ano recorde de faturamento. Entre estes, milho, soja e cana-de-açúcar, representam 72,8% do VBP das lavouras.

Outros produtos que têm apresentado bom desempenho são amendoim (11,2%), banana (14,0%), cacau (8,2%), cana-de-açúcar (10,1%), mandioca (37,3%), milho (6,5%), soja (10,5%), tomate (13,3%), feijão (20,9%) e laranja (28,3%). Os preços agrícolas estão acima dos vigentes no ano passado para vários produtos relevantes, como amendoim, arroz, banana, cacau, cana-de-açúcar, feijão, laranja, mandioca e tomate.

A Pecuária mostra-se favorável para suínos, ovos e leite. Carne bovina e de frango têm apresentado retração do VBP neste ano. Na pecuária, os preços estão em alta para suínos, leite e ovos.

O mercado internacional de produtos agropecuários proporcionou uma receita de exportações de US$ 50,6 bilhões de janeiro a abril e a tendência é de uma significativa contribuição para a balança comercial.

Por Estado, foram particularmente favorecidos com o comércio internacional: Mato Grosso, com, 21,4% das exportações; São Paulo, 15,3%; Paraná, 10,81%; Rio Grande do Sul, 9,17%; e Minas Gerais, 8,58%.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Brasília, DF
Atualizado às 14h01
25°
Parcialmente nublado

Mín. 13° Máx. 25°

25° Sensação
3.6 km/h Vento
44% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (20/06)

Mín. 14° Máx. 26°

Tempo limpo
Amanhã (21/06)

Mín. 15° Máx. 26°

Tempo limpo